sexta-feira, 13 de março de 2009

Ruppenthal é condenado a 30 anos de prisão pela mortandade no Rio dos Sinos!


Uma notícia boa em meio a tanto desrepeito com o planeta onde vivemos! Acredito que a punição a Ruppenthal deveria ser mais rígida ainda, pois ele terá diminuição de pena, passando dos 30 anos pra sei lá quanto. Mas já é o começo punindo estes grandes empresários dos ramos de indústria, que tanto poluem e nunca pagam por isto. Logo estaremos num passo onde estarão sendo presas as pessoas que praticam crueldades contra os animais, mesmo que isto não interfira no meio ambiente, como no caso dos peixes.

Leia o texto abaixo, retirado de http://www.clicrbs.com.br/canalrural/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&action=noticias&id=2437239&section=noticias e saiba mais sobre o assunto.


Ex-diretor da União dos Trabalhadores em Resíduos Especiais e Saneamento Ambiental (Utresa), o engenheiro Luiz Ruppenthal, 54 anos, foi condenado nessa quinta, dia 12, a 30 anos de prisão pela mortandade de 86,2 toneladas de peixes do Rio dos Sinos, em outubro de 2006. Segundo especialistas, a decisão do juiz Nilton Filomena, da comarca de Estância Velha, é a maior condenação por crime ambiental no Rio Grande do Sul.

A sentença proferida pelo juiz determina a Ruppenthal 18 anos de reclusão no regime fechado, no Presídio Estadual de Montenegro, pelos crimes mais graves como a mortandade dos peixes e a poluição do rio. Também mais 12 anos de detenção no regime semi-aberto, no Presídio Estadual de Novo Hamburgo, por crimes como descumprir normas ambientais.

Um habeas corpus do Supremo Tribunal Federal (STF) garante que o engenheiro permaneça em liberdade até que todos os recursos de seu advogado, Nereu Lima, sejam julgados. Lima adianta que irá recorrer da decisão.Ruppenthal protesta contra a sentença.

– Quando houve o evento (a morte de peixes), a Justiça e a Promotoria já afirmavam que alguém seria exemplarmente condenado. O escolhido fui eu. Não sou empresário, era um dirigente de uma entidade sem fins lucrativos e não tive nenhum tipo de vantagem – defende-se.

O juiz proferiu a sentença que tem um total de 101 páginas impressas, mas não se manifestará até a intimação do réu. O autor das denúncias, o promotor Paulo Eduardo de Almeida Vieira, comemorou o resultado.

– Esta é uma resposta firme, dura e justa, na medida da gravidade dos fatos causados. Esses crimes causaram a maior mortandade de peixes da história do Rio Grande do Sul – diz.

Ao todo, 20 fatos foram imputados ao réu, sendo um deles a responsabilidade pela mortandade dos peixes. Outros 19 fatos acarretam responsabilidade quanto à poluição causada na época em que ele era diretor da Utresa. Segundo o promotor, a denúncia foi longa e, além da responsabilidade pela morte de peixes, Ruppenthal foi denunciado por causar poluição.

Um comentário:

  1. essa agua a gente bebe,e faz mal para a nossa saúde?

    ResponderExcluir

Não tenha medo, comente!